Mark Zuckerberg responde perante o Senado dos EUA

facebook.png

O recente escândalo que envolve as empresas Facebook e Cambridge Analytica está a tornar-se cada vez mais evidente após a comparência do CEO do Facebook perante o Senado dos EUA. Mark Zuckerberg pediu desculpas aos utilizadores que tenham sido impactados por esta violação de dados, referindo por várias vezes que apesar de terem tomado algumas medidas para evitar esta situação ela acabou por acontecer.

Foram várias as perguntas dos senadores, umas repetitivas, outras mais direcionadas, e que inclusive deixaram Mark a ter de pensar nas respostas ou a dar respostas evasivas. Num dos casos, o CEO do Facebook não foi capaz de garantir, pelo menos de uma forma transparente, que os dados de um utilizador não são totalmente apagados, após o mesmo eliminar a sua conta nesta rede social.

O escândalo ainda só agora começou mas já existem ações judiciais contra a empresa, apresentadas por escritórios de advogados dos EUA e Reino Unido. Mais informação no seguinte link (noticia em inglês): 
https://www.theguardian.com/news/2018/apr/10/cambridge-analytica-and-facebook-face-class-action-lawsuit